prefeitura pocoes

Home » Bahia » Justiça manda 300 presos do regime semiaberto cumprir prisão domiciliar

setembro 2018
D S T Q Q S S
« ago   out »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Arquivo

Categorias

Justiça manda 300 presos do regime semiaberto cumprir prisão domiciliar

Cerca de 320 detentos do regime semiaberto do Conjunto Penal de Feira de Santana deverão, até o dia 10 de outubro, deixar a unidade penal. Como Feira de Santana não tem Casa de Albergado (apenas em Salvador) eles vão cumprir prisão domiciliar. Além disso, por falta de tornozeleiras eletrônicas, eles não serão monitorados.
A decisão é do Juiz Waldir Viana Ribeiro Júnior, titular da Vara de Execuções Penais de Feira de Santana. Um dos motivos é o descumprimento de itens exigidos no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Ministério Público e Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização como a falta de separação nas celas entre condenados do regime semiaberto com os do regime fechado e de outras condições necessárias para o alojamento adequado dos presos. O descumprimento do TAC também foi o que motivou a interdição parcial do Conjunto Penal por mais de três meses no primeio semestre deste ano.
Governo vai recorrer da decisão
 
O governo do estado, através da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), informou que vai recorrer da decisão judicial. Segundo a Seap, a liberação abrupta desta quantidade de presos é grave e não será possível monitorá-los para evitar que se envolvam, como vítimas ou autores, em novos crimes até o final da pena.
Um dos presos liberados, condenado a oito anos de prisão por estupro de vulnerável, foi o autor da ação que originou os demais pedidos de prisão domiciliar por conta da falta de separação entre os presos do regime aberto e os de regime fechado no presídio. *Com informações do Acorda Cidade


Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *