vacinação-gripe-1Começa na próxima segunda-feira (23), a campanha de vacinação contra gripe em Vitória da Conquista. Neste ano, somente na Bahia 11 mortes foram registradas provocadas pelo vírus H1N1, em Conquista 8 pessoas tiveram síndrome aguda respiratória. Segundo a coordenadora de imunização do município, Ana Maria Ferraz, a situação é confortável, mas não dá para perder a atenção, é preciso estar sempre em alerta. A vacinação tem como público alvo os idosos a partir de 60 anos, as crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), puérperas (até 45 dias após o parto), gestantes, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, povos indígenas, trabalhadores da saúde, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Neste ano professores de escolas públicas e privadas continuam fazendo parte do público alvo.

Sobre a gripe – A influenza é uma infecção viral aguda, de elevada transmissibilidade, que afeta o sistema respiratório. A transmissão se dá através de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos levadas à boca, olhos ou nariz após o contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que a influenza atinge de 5 a 10% dos adultos e de 20 a 30% das crianças em todo o mundo, com 3 a 5 milhões de casos graves e 250 mil a 500 mil mortes por ano. Como se proteger – Medidas simples podem ajudar na prevenção contra a gripe. A principal delas é lavar as mãos sempre que possível com água e sabão ou utilizando álcool. Outras medidas que podem ajudar são: manter os ambientes sempre arejados, não espirrar nas mãos, jogar no lixo lenços descartáveis usados na boca e no nariz ao tossir ou espirrar e evitar viajar para lugares onde haja muita ocorrência da doença. No caso de sintomas característicos da gripe, o mais indicado é procurar logo o médico na unidade de saúde mais próxima. Com informações do Blog do Rodrigo Ferraz

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *