IMG_20171209_205039171_HDR

Foto: Blog do Jeferson Almeida

Um homem, de identidade ainda não divulgada, sofreu uma tentativa de homicídio na noite desta sexta-feira (12), por volta das 19h, no bairro Lagoa Grande, em Poções. Segundo informações passadas ao Blog do Jeferson Almeida, a vítima estaria jogando baralho quando se desentendeu com o seu adversário, que lhe desferiu um golpe de faca na altura do pescoço.

Ferido, o homem foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município e, em seguida, transferido para um hospital de Vitória da Conquista. O seu estado de saúde ainda não foi informado.

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência, mas ainda não temos informações se o autor da tentativa de homicídio foi localizado.

B8d2tYkMorreu no final desta manhã (12), em Ituaçu, um indivíduo de prenome “Dioguinho”. O fato se deu durante um confronto entre ele e policiais militares do Rondesp. Segundo relatos, ele teria desobedecido uma ordem durante abordagem, sacando uma arma e atirando contra os policiais. Após o revide, crivado por diversos disparos, o suspeito foi encaminhado ao hospital da cidade, mas foi à óbito durante o percursos. Velho conhecido da Polícia, Dioguinho tinha diversas passagens por tráfico, assaltos e participação em homicídios. Recentemente, câmeras de segurança o flagraram roubando uma loja no comércio de Vitória da Conquista. O corpo foi encaminhado ao IML de Brumado. Informações do Blog do Marcelo

rtZv9U2

 

luizcarlos borges da silveira

Luiz Borges

Na democracia, o papel da oposição é claro: fiscalizar a administração e os atos dos governantes, atuar como agente capaz de aperfeiçoar proposições de governo, ser catalisadora das demandas e insatisfações populares e, de certa forma, ajudar o governo a errar menos e administrar melhor, criticando, apontando equívocos e incongruências, destacando as consequências de desacertos e denunciando erros e omissões. Oposição competente contribui para se alcançar o objetivo da ação política. Além disso, deve ser propositiva e apresentar caminhos diferentes dos atuais para garantir maior eficiência do setor público e possibilitar o constante crescimento nacional.

A oposição no Brasil não segue esses parâmetros. É sempre contra e faz oposição por oposição, sem linha definida e sem nenhuma coerência. O PT quando não era governo portou-se assim, porém depois adotou programas que contestava e deu continuidade a projetos que abominava, como as privatizações, para as quais adotou o eufemismo de concessões. A ascensão petista com quatro gestões sucessivas minou a força dos partidos fora da base governista, enfraquecendo a ação oposicionista. O PSDB, que deveria incorporar e liderar a oposição, pratica o mesmo que o PT praticava, com o objetivo de ser contra inclusive a pontos que antes defendia quando governo.

Implantou o instituto da reeleição, pelo que batalhou e chegou a promover compra de votos e de apoios; agora se posicionou a favor de sua extinção. Uma clara negação de princípios doutrinários e políticos está no posicionamento que adotou sobre o Fator Previdenciário. Foi o governo tucano que estabeleceu e conseguiu aprovar esse mecanismo de sustentação do sistema da Previdência Social. Agora, para ser contra o governo petista o PSDB votou pela extinção do Fator. Essas e outras posições de total incoerência marcam a atuação tucana. Muito provavelmente seja por isso que após perder o comando político do país não mais conseguiu ganhar uma eleição presidencial, pagando o preço da incoerência, do descrédito e da falta de um grande projeto nacional.

Estar ao lado do governo não é apenas apoiar sem questionar ou contestar; e ser oposição não é somente ser contra, mas sim debater e também contribuir. Oposição inconsequente, sem critérios e linha política definida perde a credibilidade e acaba agindo contra o país.

Por Luiz Carlos Borges da Silveira

Blog do Jeferson Almeida

Cadu foi detido em novembro do ano passado , mas foi liberado.

Clodoaldo da Silva Aquino, de 50 anos, foi detido em novembro do ano passado na cidade de Planalto, sob suspeita de aplicar golpes em Poções e outras cidades da região, a exemplo de Bom Jesus da Serra, onde causou um prejuízo estimado em 40 mil. Clodoaldo da Silva, conhecido como “Cadu”, já vinha sendo procurado pelas autoridades, mas quando foi localizado, o mesmo foi ouvido e liberado por falta de testemunhas.

Livre para fazer outras vítimas, Cadu segue agindo na região de Poções, segundo informações de vítimas divulgadas nesta quinta-feira (11) em vários grupos de WhatsApp. De acordo com relatos, o suspeito, que se passa por engenheiro, deu golpes em um Balneário, localizado na zona rural, em um posto de combustíveis do município de Nova Canaã, alugou um carro de um morador e desapareceu. Várias pessoas que foram enganadas por Cadu, já estão procurando a polícia para prestar queixa.

Natural de Feira de Santana, ele possui várias passagens pela polícia por estelionato e falsificação de documentos. Qualquer informação sobre o seu paradeiro, é só informar as autoridades.